A varicocele caracteriza-se pela dilatação do plexo panpiniforme, que é o nome dado às veias que drenam o sangue do testículo, pelo cordão espermático. Existem três graus de varicocele, seguindo um padrão crescente de dilatação das veias, sendo que o grau três é o pior.

Nem sempre a varicocele está associado à infertilidade, pois existem muitos homens que tem varicocele e que tem filhos. No entanto, sabe-se que a presença da varicocele, especialmente nos casos mais acentuados, piora muito a qualidade do esperma, em termos de fragmentação de DNA, presença de espécies reativas de oxigênio e até na morfologia e quantidade de espermatozóides, e que isso prejudica grandemente a fertilidade em alguns casais.

Além disso, a presença da varicocele, a longo prazo, pode comprometer a função endócrina dos testículos, prejudicando a produção hormonal testicular, causando efeitos deletérios em todo o corpo. Quando presente em crianças, a varicocele pode prejudicar o crescimento testicular.

Dessa forma, indica-se o tratamento cirúrgico dessa doença, com uso de microscópio, para que alcancemos os melhores resultados, com incisões menores e menos dolorosas.

O Dr Rafael Fagionato Locali é especialista no tratamento microcirúrgico da varicocele. Para mais informações agende uma consulta com Dr. Rafael Fagionato Locali.

WhatsApp Agende pelo Whatsapp